23/06/2020 - 23:06h - 119

Governo do Amapá amplia em 87,5% os leitos pediátricos do Centro Covid HU

Com a ampliação, agora são 15 leitos voltados para o tratamento de crianças e adolescentes. Antes, eram 8.
Governo do Amapá amplia em 87,5% os leitos pediátricos do Centro Covid HU

O Governo do Amapá ampliou em 87,5% o número de leitos pediátricos do Centro Covid HU, montado no Hospital Universitário (HU), em Macapá. Com a ampliação, agora são 15 leitos voltados para o tratamento de crianças e adolescentes – antes eram 8. Desses 15 leitos, 13 são clínicos e 2 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O aumento visa garantir espaços livres para internação em caso de emergência, e também busca ampliar o atendimento para crianças com a doença.

O Centro Covid HU é a 5ª unidade montada no Amapá para atendimento exclusivo de pessoas com o novo coronavírus e é referência no atendimento a pacientes pediátricos e indígenas que desenvolvem complicações pela covid-19.

Atendimento

A abertura dos leitos no HU acontece de forma gradual, correspondendo à necessidade de atendimento apresentada pelas unidades consideradas porta de entrada do paciente na rede, como Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e hospitais.

Atualmente há 52 leitos ativos, dos 109 leitos previstos para a unidade, destes, 15 são de UTI e o restante clínicos.

LEIA MAIS: Em 15 dias, Governo do Estado ativa 52 leitos para pacientes no Centro Covid HU

Todos os pacientes precisam passar por uma unidade que faça o primeiro acolhimento para avaliação médica prévia que ateste a necessidade de internação, seguindo critérios para solicitar leitos à Central de Regulação da Secretaria de Saúde.

Hospital Universitário

O novo espaço é resultado de uma parceria entre Governo do Amapá e a Universidade Federal do Amapá, com a articulação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Para garantir o funcionamento da nova unidade, o governo estadual garante o abastecimento dos geradores, a instalação do sistema de água e dos tanques para a rede de gases medicinais, limpeza, equipamentos de informática, materiais hospitalares, entre outros serviços. Além disso, contratou parte da equipe de profissionais de saúde que irá atuar na unidade.

O Governo Federal enviou equipamentos, profissionais de saúde e insumos para o local. Um termo de doação do Ministério da Saúde garante que após o fim da pandemia os equipamentos continuarão no Amapá dando suporte à rede de alta complexidade estadual.